ULTIMAS NOTÍCIAS

Informativo: Mercado de Microfranquias no Brasil

Informativo: Mercado de Microfranquias no Brasil

Oportunidades de investimento em microfranquias

Empreendedores que desejam investir a partir de R$ 3 mil, têm determinação e perfil comercial contam com inúmeras opções nesse tipo de negócio.
As microfranquias cresceram 45,1% em número de marcas nos últimos três anos, contando com 557 redes no final de 2016, segundo informações da Associação Brasileira de Franchising (ABF).Nas redes que operam exclusivamente com microfranquia, o investimento médio inicial é de R$ 44.167,00, incluídos taxa de franquia, capital de giro e custos de instalação.

Tanto nas redes que atuam mais de um formato quanto nas redes que operam exclusivamente com microfranquias, a atividade dos franqueados é predominantemente comercial.

Antes da aquisição de uma microfranquia, é necessário que o interessado siga alguns passos básicos

1. Conheça o sistema de franquia: conhecer como funciona o sistema de franquia é de suma importância para a decisão de trabalhar com empresa convencional ou comprar uma franquia e para que o empreendedor tenha visão macro de todo o sistema.

2. Analise seu perfil: para aumentar suas chances de sucesso, além de analisar a viabilidade econômico-financeira do negócio, é recomendável que o candidato tenha afinidade com o produto ou serviço que será comercializado.

3. Busque os segmentos que mais lhe interessam: gerir uma empresa é um trabalho árduo que requer muita determinação do empreendedor. A afinidade com o negócio ajudará no desempenho do franqueado à frente de sua unidade. Algumas microfranquias chegam a incluir um tipo de test drive para que o franqueado tenha a oportunidade de experimentar o dia a dia da operação antes de assinar o contrato.

4. Avalie sua capacidade de investimento: é preciso ter capital suficiente para iniciar e manter a operação até que ela se torne rentável. O risco de gastar mais do que havia sido planejado é uma possibilidade em qualquer empreendimento. Por essa razão, o cálculo da capacidade de investimento deve incluir: o investimento inicial informado pelo franqueador; o tempo previsto para que a empresa atinja o ponto de equilíbrio operacional; o capital de giro para que a empresa tenha recursos para pagar seus compromissos, mantendo um bom nível de atendimento aos clientes; além de uma reserva de capital para se sustentar enquanto não puder fazer retiradas da empresa sem o risco de deixá-la descapitalizada.

5. Selecione algumas microfranquias para aprofundar a pesquisa: ao falarmos em escolha, pressupomos que mais de uma franquia será investigada. Estabelecer comparações e determinar o peso que cada um desses requisitos terá na decisão ajudará nesse processo.

6. Analise a rentabilidade, a lucratividade e o tempo de retorno de cada uma delas: se após as primeiras análises concluímos que o melhor investimento será comprar uma microfranquia, passamos à comparação entre a rentabilidade, a lucratividade e o tempo de retorno previsto naquelas que escolhemos para analisar em profundidade. Para isso, o candidato a franqueado precisará exigir que os franqueadores disponibilizem alguns dados necessários para que seja possível calcular esses índices.

7. Avalie a experiência do franqueador e o suporte oferecido: os franqueados buscam franquias por considerá-las mais seguras do que os negócios próprios, desejam obter o sucesso já alcançado pelo franqueador e, para isso, precisam ter o seu apoio em forma de bons treinamentos, inovação tecnológica aplicada ao negócio e suporte operacional, que devem ser medidos junto às unidades já em operação.

8. Verifique a saúde financeira da microfranquia e o cumprimento às exigências legais: a franqueadora precisa garantir a seus franqueados a viabilidade de seu plano de negócios, com dados financeiros que comprovem sua capacidade de atender às necessidades de gestão de sua rede.

A legislação determina a entrega dos balanços dos dois últimos exercícios juntamente à Circular de Oferta de Franquia (COF). Mas esses não devem ser os únicos documentos avaliados. O candidato a franqueado deve se informar sobre a regularidade fiscal e tributária da empresa, verificando as certidões negativas federal, estadual e municipal em que se encontra a sede da franqueadora. Por meio de referências comerciais, como dos principais fornecedores, será possível verificar se há indícios de problemas financeiros devido ao não pagamento de produtos e serviços contratados.

9. Converse com franqueados: a conversa com franqueados poderá trazer pontos positivos e negativos da microfranquia. É de extrema relevância conversar com os franqueados que estão na rede e com os que já saíram da rede para que seja tomada a decisão correta.

10. Procure a ajuda de especialistas: durante a análise do modelo de negócio que está sendo franqueado, da leitura da COF, da minuta do contrato e da análise dos dados financeiros, é recomendável que o candidato busque a orientação de profissionais que possam ajudá-lo nesse período.

Oportunidades em microfranquias associadas à ABF

Comunicado importante
O Sebrae está somente disponibilizando informações das microfranquias que foram elaboradas e disponibilizadas pelos Associados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), sendo que a veracidade dos dados publicados é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do associado, que, ao se associar à ABF, recebe uma senha pessoal e intransferível para fazer a atualização dos dados, não sofrendo nenhuma interferência da ABF, segundo informações desta instituição.

Veja a seguir algumas oportunidades de microfranquias nos seguintes segmentos de negócio: 

Fonte: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/sebraeaz/oportunidades-de-investimento-em-microfranquias,035a18e34f3cd510VgnVCM1000004c00210aRCRD